Nome vulgar : Milho

Nome cientifico : Zea mays

Planta traqueófita do género Zea , geralmente anual e raramente vivaz, é uma gramínea robusta, com folhas planas e largas. A inflorescência masculina constitui uma panícula terminal composta por cachos espiciformes. As inflorescências femininas têm coloração axilar e são formadas por numerosas espiguetas dispostas em filas longitudinais sobre um eixo grosso. O conjunto é envolvido por várias bainhas foliáceas imbricadas. Nas espiguetas femininas a flor inferior é estéril. As cariopses são grossas e arredondadas.
O milho Zea mays é muito cultivado no mundo tanto para a alimentação humana, como, principalmente, para alimentação animal.
O milho era o principal recurso dos impérios Inca e Azteca da América do Sul, foi introduzido na Europa depois da descoberta da América. É uma planta muito exigente em calor e humidade. O caule é constituído por colmos, sólidos e erectos, que enraízam nos nós inferiores. A sua altura pode atingir os quatro metros e a espessura pode variar entre os três e doze centímetros. A espiga ou panícula masculina é erecta, com uma altura que pode variar entre os quinze e trinta centímetros. A espiga feminina tem cerca de vinte centímetros. Os estiletes são longos com um comprimento que pode variar entre os quinze e vinte centímetros. A cariopse cujo tamanho pode variar entre os cinco e dez milímetros é arredondada.
O milho é também uma planta utilizada na indústria para extracção do glúten, do amido e do óleo de germe de milho e da isoglucose que é utilizada como adoçante de bebidas. É também utilizado para a obtenção de álcool.